?

Log in

23 July 2007 @ 03:29 am
notas:

harry potter and the deathly hollows tá certamente entre os 3 melhores livros de hp. lágrimas demais foram derramadas por causa desse livro.
lágrimas demais foram derramadas hoje, ponto.
não sei mais o que eu quero, mas sei que não é o que eu tenho. o único problema é que eu não sei como mudar as coisas.
e pra ficar pra eternidade, pra eu não mais esquecer isso: se você precisa ficar bêbada pra se divertir, é porque você tá fazendo indiada.*
acho que isso nunca ficou tão claro quanto no sábado.
e também é engraçado quando você quer muito uma coisa, depois desiste, depois essa coisa acontece do nada e você percebe que o que você queria não é tão bom quanto você imaginava.

toforget tinha razão quando disse que é muito bom ter um lj que ninguém lê :]

*e já que todo mundo sempre pergunta, indiada é programa de índio, em linguagem de cami.
 
 
mood: sad
 
 
24 April 2007 @ 09:49 pm
Hoje meu irmão foi preso.
Meu irmão entra e sai da Febem desde uns...12, 13 anos talvez.
Ele cumpriu todas as penas, pagou por todos os delitos e etc.
Há alguns meses, ele decidiu mudar de vida.
Embora alguns possam achar ridículo e motivo de piada, ele entrou pra Igreja.
Parou de fazer tudo que ele fazia de errado, foi terminar os estudos, arrumou uma namorada certinha e foi procurar emprego.
E hoje ele foi preso, porque algum juiz que não sabe nada do caso dele, decidiu que ele ficou muito pouco tempo na Febem e acha que ele tem que voltar.
Tanto a advogada, quanto a promotora do caso não entendem qual é o problema do juiz e acham que tem algo de muito errado nessa história.
Ele foi preso por dois policiais que pararam ele e os amigos, os revistaram e depois de concluirem que um dos garotos estava com maconha, bateram nele e levaram ele e meu irmão.

Hoje, saindo do colégio, eu vi uma guria que estuda comigo sendo revistada por uma policial. A policial berrava, batia na menina, xingava ela de tudo quanto era possível e falava que ela era traficante, enquanto a guria dizia que não, que ela era só usuária e que não tinha droga nenhuma. De repente, várias pessoas, que estavam saindo do colégio, começaram a parar pra assistir.
Depois de muita discussão, a guria saiu correndo. Ela só conseguiu atravessar a rua, antes que um policial que estava junto jogasse ela no chão e começasse a arrastar ela pelos cabelos.
Enquanto ela berrava que ele não podia fazer aquilo, a policial ria e dizia que ela merecia, que não devia ter saído correndo.
Aí eles se juntaram em volta dela e começaram a bater na menina.
Na hora que eles viram que várias pessoas estavam pegando os celulares pra tirar fotos daquele absurdo, eles enfiaram a guria na viatura e foram embora.
Parece que eles já tinham ido no colégio ontem pra bater nela.

Eu nem consigo descrever o que eu senti na hora que vi aquele homem puxando uma guria menor de idade e magrela pelos cabelos enquanto ela chorava.
Minha vontade de quebrar o pau com todos aqueles policiais só não foi maior do que a vergonha de ter que fazer mamãe ir até a delegacia pela segunda vez hoje.

Depois não sabem porque a maior parte da população odeia eles.
 
 
22 April 2007 @ 08:46 pm
minha vontade de postar é nula, mas gosto tanto desse layout que eu sinto que tenho que postar.
dias esquisitos. bons, mas esquisitos.
ainda estou tentando esquecer o quanto sábado da semana passada foi bom, foi feliz, foi absurdo, foi um dos poucos rolês onde todo mundo tava feliz ao mesmo tempo e ninguém tava querendo se matar.
e o resto da semana? as idas ao centro em busca do violino sagrado [isso foi antes ou depois? nem lembro mais], o surf no ônibus, as piadinhas de farmácia, o que foi tudo aquilo? auge, auge mesmo.

semana de provas começa segunda-feira e eu tomei no cu tão grande que eu nem sei como não saiu pela minha boca.
mas vamos lá, eu não sou, supostamente, a "omfggenius=O" do col? a gente dá um jeito, então.
preciso parar de acreditar no que as pessoas dizem de mim. bom e ruim.

perdi o dom da escrita, percebi. tá rolando uma certa invejinha do dom de escrever dos outros, percebi também.

não sei bem o que tá acontecendo.
eu quero ficar longe das pessoas, bem longe, tirando, hm, uma, talvez, mas eu fico apavorada diante da idéia dessas pessoas achando que eu não gosto delas. eu gosto. muito. se eu não quero sair de casa, entrar no msn, dar rolê, etc, etc, não é porque eu não te amo, não é má vontade, não é nada, é porque eu simplesmente não quero. não tenho obrigação e tenho certeza que todo mundo tem seus dias, certo? não se ofenda e espere, porque logo passa.

nada mais a dizer, acho.
queria que as pessoas descessem do maldito high horse que elas estão e percebessem que elas fazem merda também, em vez de falar com os outros como se fossem melhores.

acho que acabei de perceber que tem uma pessoa em quem, além do óbvio, eu nunca achei nenhum defeito. pelo menos, nenhum que me irrite.
how cute.

ah, já ia me esquecendo, uma das coisas mais tristes evah aconteceu: meu mp3 player quebrou.
serei obrigada agora a usar o "mp3 dos anos 90" (80?) agora.
gravarei um cd, comprarei umas pilhas gigantescas, pegarei o meu som portátil e sairei com ele nos meus ombros dançando pela rua.
 
 
mood: annoyed
♪: God Put A Smile Upon Your Face (Feat. The Daptone Horns) - Mark Ronson
 
 
22 March 2007 @ 02:09 am
não sei o que postar, tbh, mas achei que esse blog merecia pelo menos um post decente.
o que dizer? não sei bem, na verdade.
nada de interessante anda acontecendo. mentira, anda sim, mas não dá pra eu ficar aqui descrevendo todas as piadinhas que rolam no último andar do meu prédio, as pessoas mijando no lixo dois andares abaixo e meu irmão "você tá lá bebendo, né? tu nem imagina o que eu fazia lá".
toda a mágoa que eu tava sentindo, já passou. toda mulher é assim mesmo? eu te odeio no momento, mas relaxa, daqui a pouco passa?
agora a única coisa que eu sinto é tristeza pelos outros.
vontade de acabar com todas as pessoas ignorantes desse mundo.
vontade de fazer tudo ficar bem pra todo mundo.
vontade de bater nas pessoas que causaram tudo isso.
queria que as pessoas aprendessem a, sabe, fight their own fights, e não enfiar os outros no meio.
pior que eu não tenho nada a ver com isso.

quero fim-de-semana e rolês furiosos. se bem que, agora que é drama free, não vai ser tão divertido.
queria entender porque as pessoas me odeiam. oi, eu sou the coolest kid in town.
não pode simplesmente ser por causa desse meu ego inflado.

estudo no canadá, estou cercada por baianos e tiro A nas provas. existe algo mais lindo? os baianos me adoram, btw.
o pastor louco que canta hinos da igreja durante as provas, aparentemente, também. darling, entenda. eu não ligo pra você, nem pra quantos As você tirou no ano passado, nem pro quanto você quer ver a guria da frente queimando no mármore do inferno. eu quero, however, ver sua cara quando eu tiro A e você tira C. sem habilidade dos infernos. [ou dos céus? whichever]

e esse post tá ficando ridículo.
 
 
mood: apathetic
♪: four fifty one - socks and shoes
 
 
12 March 2007 @ 06:59 pm
ótimo, agora eu tenho um layout gay, com fall out boy e tudo, parece que rola uma putaria nessas fotos e estou contente.
posts normais a seguir.
 
 
♪: Amy Winehouse - Rehab (Hot Chip Remix)
 
 
 
12 March 2007 @ 05:23 am
de repente meu irmão tira o dvd de clube da luta que ele estava vendo e bota o do dudu nobre.
e agora o zeca pagodinho está cantando junto.
são 5:24 da manhã, estou morrendo de fome, não consigo arrumar esse eljay e estou ouvindo zeca pagodinho.
ele é jóinha até, acho.
 
 
mood: blah
 
 
12 March 2007 @ 04:12 am
isso está ficando ridiculo.
como põe um profile nessa merda?